A conclusão do meu carnaval para vocês!

Sobre esse carnaval… posso dizer que foi bem diferente do anterior. A um ano atrás, estava completamente apaixonada por alguém que, indevidamente, declarou-se para mim no primeiro dia do carnaval. E este ano não, até porque, no primeiro dia declarei “Qualquer coisa, menos me apaixonar”, talvez até porque eu já tenha minha “paixãozinha” e não precisaria de mais uma. E não preciso, e graças a Deus, não adquiri.

Começamos tudo na sexta-feira, e foi maravilhoso. Bebi muito, dancei muito, ri muito. No primeiro dia cai um tombo horrível e cortei o braço. Deu algumas divergências por causa das minhas músicas (mas tranquilo), fomos para a maior ‘festa’ da cidade (que é uma droga). A conclusão foi que voltei para casa depois de uma reflexão tensa e ao mesmo tempo inútil que tive ao conversar com um amigo.

No segundo dia, bom, este foi o dia em que mais bebi na minha vida. Do que eu lembro é pouco. Coisas que fiquei sabendo, são muitas. Lembro de me atirar no capô do carro de um amigo e ele ter andando comigo ali. Lembro de roubar um chocolate (que depois descobri que era para mim mesma), dancei demais, demais, demais, tanto que no dia seguinte minhas pernas estavam acabadas. Um cara da banda da festa onde estávamos morreu com um choque, e eu, tentando entrar em casa, pulando o portão, destruí minha perna esquerda. Fora que no dia seguinte descobri mais alguns roxos que não tenho ideia de onde vieram. Cheguei em casa relativamente cedo e me senti muito carente, queria ter o meu moreno do meu lado. Alias, ‘meu’ é algo que ele não é pelas postagens dele em redes sociais. Mas esta noite senti muita vontade de estar com ele (não que nas outras eu não sentisse, mas esta foi bem forte).

No terceiro dia, fomos para outra cidade, e estava sendo louco e insano até eu não ver mais nada e acordar no hospital. Não sei ao certo do que eu desmaiei. Dizem que foi psicológico… Porém, não acredito em meras palavras de médicos que não puderam aproveitar seu carnaval porque tiveram que ficar trancados em um hospital atendendo a galera que estava se divertindo demais, então deixamos conclusões do gênero para o tio M. , MEU médico.  A conclusão deste dia foi que eu acabei com a noite de três amigos meus que ficaram comigo naquele hospital. E me sinto culpada pelo fim do relacionamento de um deles também, por ele não ter ficado com a pessoa e ter ido comigo. Outra coisa, no dia seguinte, na segunda-feira, uma outra pessoa me fez sentir MUITO mal me falando que eu estraguei a festa de todo mundo e que todos estavam muito brabos comigo por isso (ainda bem que minha capacidade de abstração estava grande no momento). Não devo deixar de constar que perdi meu celular, meu dinheiro e meus documentos nesta noite. Porém uma alma magnífica encontrou e a princípio irá me devolver.

Na segunda-feira, tudo parecia perdido. Todos estavam morrendo, a tão esperada chuva resolveu cair em peso. Tivemos um show acústico de rock no nosso Bloco, e depois fomos dar umas voltas. Rolou uns estresses, rolou a pessoa falando que eu estraguei o carnaval de todo bloco. Porém, no final da noite fomos para uma festa, e por incrível que pareça, estava muito bom. Dançamos muitos, rimos muito esta noite. Um amigo, super bêbado, me falou coisas que fiquei muito feliz em ouvir, pois realmente vi que existe, pelo menos uma pessoa (a não ser minha família), que realmente gosta de mim, que se preocupa comigo, e vi, neste momento, que tudo que eu penso e sinto por ele, é realmente recíproco, um sentimento de amizade verdadeira.

Terça-feira, hoje, para finalizar, acordamos e fomos para um lugarzinho mágico fora da cidade. Resolvemos fazer um churrasco que rolou abaixo de chuva. Todo mundo entrou na piscina, rimos demais, teve competição de pulos, guerra de coca-cola, e muitos risos novamente.

Cheguei em casa, comi cachorro-quente e dormi até agora. Ao acordar voltei para este mundo, e paralelo a este post, já estou colocando algumas coisas da faculdade em dia, já que amanhã volto ao trabalho, as aulas, aquela correria horrível. Uma coisa que talvez vocês devam saber, quinta-feira é meu aniversário (segredo).

Bom, ai está meu resumo do que fiz nesses dias. Agora vai o que eu penso no final de tudo isso.

Bem, no final das contas eu me diverti muito. Foi, com certeza, o carnaval mais divertido que já tive. Ri de doer a barriga, dancei como nunca, bebi como nunca. Descobri pessoas maravilhosas que se mostraram ótimos amigos. E outras pessoas que, definitivamente, decidi excluir da minha vida, deixá-las para sempre de fora do meu mundinho particular, porque, simplesmente, não merecem nem ao menos que eu olhe em suas caras, ou melhor, para suas máscaras. Deu para sentir um ciuminho do moreno, mesmo isso sendo muito insignificante, visto que nem a droga do envelope ele abriu, e que talvez nem abra (e talvez seja melhor). Muitas horas me perguntei onde ele estava ou o que poderia estar fazendo, certamente estaria enlouquecido como eu. Pensava que queria que ele estivesse ali comigo, louco, dançando e bebendo muito, rindo de inúmeras situações e brincadeiras. Agora, estou sem celular e nada, então não sei como vou fazer para falar com ele, e nem sei quando será o momento certo para dar sinal de vida. Espero que ele esteja que nem eu, com apenas a certeza de que não se apaixonou no carnaval, pois assim, tudo continua como se nada tivesse acontecido nestes últimos dias. Só tenho medo dessas últimas publicações dele, mas não há o que fazer, ou há? Não podemos interferir nas escolhas dos outros.

É a velha história, não podemos mudar os outros, o máximo que podemos fazer é mudar a nós mesmos.

Lívia ‘A’ Aliviada

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: