Me separando de um todo

tumblr_mtfhfkVcVr1qcxukbo1_500

 

Existe algo que é muito importante aprendermos: ser seletivo. Mas assim, quando digo ser seletivo, me refiro a ser seletivo de verdade, não toda essa coisa aparente que vejo muito por ai.

Hoje estava lá, colocando meus fones, me desligando do mundo, pronta para correr. Aquela corridinha matinal, ótima para começar o dia, mas que exige uma dose imensa de boa vontade. E lá fui. Meu tempo de corrida é aquele em que utilizo para colocar meus pensamentos em ordem. É uma espécie de sanidade mental. Separo meus pensamentos, jogo fora o que não me serve, reconheço a mim mesma tudo de bom que está acontecendo e coloco metas para melhorar o que precisa ser aprimorado, modificado, excluído, incluído, e por aí vai.

Estava pensando, justamente, em como é bom ser ser seletivo. E como, adquirir esse método, me fez ser uma pessoa melhor. Houve um momento, a mais ou menos dois anos atrás, no qual eu decidi, que não iria mais me importar com certas coisas; iria tomar as decisões por mim e pelas pessoas que amo; iria dar valor ao que realmente importa; iria seguir meu coração equilibrado com aquilo que, racionalmente é essencial para mim.

A mais ou menos dois anos atrás, coloquei na minha vida a meta de ser uma pessoa melhor. Uma pessoa melhor por ninguém mais, ninguém menos do que eu. Porque EU merecia [con]viver com a melhor parte de mim, com o melhor que eu pudesse ser. E fui plantando muitas sementinhas. Comecei a mudar minhas atitudes, meus métodos de escolha, meus princípios, meus conceitos. Coloquei em minha vida um patamar de prioridades e comecei a cultivar meu jardim em volta das mesmas.

Hoje, posso encher a boca de orgulho para dizer que tudo está indo muito bem. E que optar por ser mais seleta foi a melhor escolha que fiz. Não consigo expressar em como estou vivendo um momento maravilhoso em minha vida. E sabe o que mais? Parece que as coisas atraem mais coisas boas e mais coisas boas e mais coisas boas. Ok, também não vivo em um conto de fadas, cega, isolada do mundo. Não, longe disso. Claro que existem problemas, e diários, por sinal.

Tenho feito tratamento para enxaqueca e a medicação tem efeitos colaterais não muito afável; tenho queimado meus neurônios no estágio diariamente resolvendo altos problemas; continua na minha batalha sem fim por 7 horas de sono descente sem querer matar meus vizinhos e meu irmão; tenho aturado aulas exaustivas, algumas com professores repugnantes, e feitos um mundo de trabalhos, e fora todo compromisso com o qual me envolvi em outras âmbitos também. Não é fácil para ninguém, todos temos dias difíceis, problemas, encheção de saco, algumas pessoas que sentimos vontade de decapitar, uma cólica do inferno que insiste em complicar, mas faz parte. O que não posso fazer é reclamar. Não, isso não. Se existe por ai um Deus, uma força maior no Universo, uma alma caridosa, bons ventos ou o diabo a quatro, com certeza conspira ao meu favor. E tenho dado meus próprios empurrõezinhos para fazer acontecer todas as coisas boas que vem sucedendo em minha vida.

Fico aqui pensando o quanto sou feliz e grata por tudo isso. Acho que é esse o sentimento que venho sentindo: gratidão.  Gratidão por ter uma família maravilhosa, um namorado maravilhoso, um estágio onde estou aprendendo muito, por estar me dando bem nos estudos, por poucos, mas verdadeiros amigos, por estar em paz comigo mesma, em sintonia entre meu corpo e minha mente. Por estar me sentindo completa.  Sei que, futuramente, existirão coisas novas a cobiçar, lutar, conquistar, mas sabe, sinto dentro de mim, que com toda essa força que estou sentindo, com toda essa energia positiva em minha cabeça e com as pessoas que amo ao meu lado, tudo é possível, e sou capaz de conquistar tudo aquilo que bem entender. E é isso que importa. Nada, absolutamente NADA mais!

L.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: