as poucas palavras que me restam

jbjhbjbv

 

Todo final de ano é a mesma coisa, milhões de palavras vindo a tona, muitas metas na cabeça. Esse ano, diferente. Dois mil e treze foi um ano difícil, foi um ano cheio de perdas e pedras no caminho. Mas passou. Já disse, e repito, para mim, teve seus momentos ótimos. Aliás, houve inúmeros momentos maravilhosas de paz e tranquilidade nos quais eu quis parar o tempo. E desejo que estes se repitam, não só no ano novo que está por vir como em todos os demais que virão.

Acredito que dois mil e quatorze tem sim lá suas promessas, e que tenho sim muitos desejos para realizar, mas não sei se quero por isso no papel. Não agora. Amanhã será meu último dia de trabalho, depois um recesso (muito bem-vindo) até dia seis de janeiro, então, sinceramente, só quero respirar bem fundo e aproveitar essa semana que está por vir. Aproveitar esse restinho de ano, aproveitar essas festivas, aproveitar esses momentos. Curtir o tempo a mais que vou ter com o meu namoradinho e encarar as novidades que irão acontecer (risos). Acho que tive uns dias um pouco difíceis nas últimas semanas, mas agora, eu só quero relaxar, aproveitar. Agora eu só quero fechar meus olhos e pensar em coisas boas e que tudo vai dar certo, de novo e mais uma vez.

 

Uma resposta to “as poucas palavras que me restam”

  1. Eu ainda não me esqueci de você.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: