Sobre dúvidas, medos e esperança

tumblr_lduu7aQAZK1qbayu6o1_500

Nunca imaginei que a vida pudesse passar tão depressa e que sentiria isso que mais tenho sentido: medo. Acredito que na idade jovem-adulta é normal termos lá nossos medos com relação ao nosso futuro. É… Sei que no futuro olharei tudo isso com outros olhos e sentirei sim arrependimento pelo que deixei de fazer ao ficar me preocupando tanto em construir um futuro e estabelecer segurança em minha vida. Ou quem sabe eu me orgulhe de ter pensado nisso. Não posso saber isso no momento.

O que estou passando é uma espécie de desespero. É como se ali na frente houvesse um abismo enorme e eu estivesse prestes a me atirar de cabeça. Sinto como se nenhuma pessoa em todo o planeta Terra fosse capaz de me entender.Bom, tenho ciência de que  as pessoas não se importam muito com isso, e que não possuem paciência para ouvir meus pensamentos nessa etapa de crise existencial. É totalmente compreensível.

Tento respirar e não pensar no que pode acontecer, no que quero que aconteça, no que poderá haver de ruim nessa história. Acho que penso demais, e quem sabe não deveria colocar isso para fora, MAS EU PRECISO! Tenho uma necessidade gigantesca de sentar e conversar por horas sobre isso que estou passando, o que me falta é ouvinte realmente interessado.

Tenho poucos amigos e não tenho tempo para passar mais horas com eles. Minha família vive em sua correria e sei que eu abrisse minha boca seria cobrada até o último suspiro sobre minhas responsabilidades. Meu namorado é um anjo de pessoa, mas com certeza não teria paciência para me ouvir falar devido a sua objetividade – e olha que eu já tentei (risos). No mais… bem, no mais não há mais ninguém mesmo, a não ser vocês.

Ok, vocês também não tem tempo para isso e pior, não podem me consolar, nem me dizer que tudo vai dar certo – por mais que eu já saiba disso, mas sabe como é, pessoas carentes e passionais como eu precisam de auxílio nas questões emocionais e existenciais (risos).

CONTINUANDO… Então, estou enlouquecida com essa história de TCC, e sei que muitos me dizem “falta mais de um ano”, mas pessoal, calma lá, não posso chegar em dezembro do ano que vem sem ter NENHUMA certeza sobre o que vai ser da minha vida no dia seguinte da minha formatura. É IMPOSSÍVEL, EU NÃO CONSIGO ACEITAR ESSA POSSIBILIDADE. Preciso de estabilidade emocional, financeira, objetivos, METAS!

Preciso saber se vou ter um emprego, ou o que posso fazer se caso não tiver. Preciso saber se vou continuar morando em casa ou se conseguirei, enfim, ter minha própria vida, andar com minhas próprias pernas. Preciso saber se vou ter ali, ao meu lado, o meu amorzinho ou se não poderei contar com ele – PRECISO saber o que ele sente e se pretende estar comigo ou não, por mais que eu ACHE que sim, mas e a certeza disso? Como conseguir ter certeza dos sentimentos de pessoas fechadas? Presumir? E o medo de quebrar a cara ali na frente? É…

Preciso de respostas, preciso de tempo para focar no que realmente importa no momento, preciso de apoio das pessoas que me cercam e que infelizmente não possuem obrigação alguma de ficar ao meu lado ou de me tranquilizar, mesmo que eu expresse “berrantemente” minha necessidade de atenção nesse momento. MEU PAI DO CÉU COMO EU SOU CARENTONA!

E não consigo arrumar tempo. Não consigo me organizar. Estou uma completa confusão e sinto que estou deixando algo de lado, mas não sei o que é – quem sabe minha própria sanidade mental. Preciso estudar para provas, preciso fazer trabalhos, preciso estudar e ler [MUITO] para meu TCC, preciso de um orientador, preciso estudar para concurso, preciso marcar [e ir] a certas consultas médicas e fazer exames que estou enrolando a tempos, preciso parar de comer compulsivamente, etc. ALÉM DISSO TUDO, me da uma dor no coração não poder fazer praticamente nada do que eu gosto. Sério mesmo! Queria poder ler, assistir seriados e documentários, ouvir músicas sem pensar em nada, viajar, caminhar no final da tarde, aprender a cozinhar decentemente, brincar com minha cachorrinhas. MAS ISSO É MEIO IMPOSSÍVEL NO MOMENTO!

Por exemplo, agora temos um baita feriadão, queria poder viajar com meu namorado e aproveitar para desligar a cabeça um pouco, assim como fizemos nas férias. Mas posso prever que vamos continuar aqui e eu vou ficar olhando para meus livros e me desesperando mais e mais e mais. POR QUE TANTA ANSIEDADE MEU DEUS?

Vai entender… É fase, passa, e eu sei muito bem disso. Muitos já passaram por isso, não sou a primeira e não serei a última. Mas eu queria, de coração, ter algumas certezas a respeito do meu futuro. NÃO ME DIGAM, EU SEI QUE NÃO DA PRA PREVER o que será de nossa vida, mas tchê, DA SIM para planejar e tentar realizar o que se quer ter em mãos no prazo de um ano. UM ANO É POUQUÍSSIMO TEMPO para questões como as minhas.

Digo pra mim mesma para esfriar a cabeça, focar no que tem que ser resolvido no momento, não me estressar. Mas o autocontrole é algo difícil quando se tem uma mente teimosa. Não consigo desapegar dessa minha necessidade de ter certeza do chão onde piso. Esse negócio de deixar para amanhã, de presumir coisas, de ficar na retaguarda, na defensiva, com medo, com insegurança, ISSO ME MATA. (risos).

Mas ok, eu preciso mesmo é deixar HOJE tudo de lado e dormir um bom sono. Amanhã é outro dia, me encho de gordisses e vou levando do jeito que posso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: