WHY

Queria não ser assim sentimental. Queria não precisar de carinho, de abraços que durem mais de um minuto. Queria não precisar se atenção e de silêncio. Queria não precisar de beijos e de carícias. Queria não precisar de sentimento eterno em tudo que vivo. Queria não chegar toda manhã praticamente berrando um “Buenas e me espalho…”, queria também poder transparecer meus sentimentos e não me esconder atrás disso que me desperta todos os dias, essa necessidade de passar positividade para todas as pessoas ao meu redor, que talvez nem ao menos mereçam um mero sorriso.

Queria não precisar, quando me sinto triste, de um alguém para me segurar forte e me passar energias, me segurar quando desabo. E tantas vezes desabo sozinha, e isso me dói tanto, tanto, tanto… Sei que isso é algum tipo de provação e sei que devo passar, aceitar minha condição e enfrentá-la e que ninguém poderá fazer isso por mim, então por que, mesmo tendo ciência de tudo isso, me sinto assim, tão carente? Tão necessitando de um ombro, de um peito para me apoiar?

Já vivi algumas coisas em minha vida, talvez coisas que ninguém mais saiba. Teve algumas vezes em que só minha cama poderia depôr a meu favor. Se pudesse contar todas as lágrimas que derramei por ai… Isso não é drama. Porque sei que passa. Sempre passa. Fases ruins sempre passam, e eu é que o diga. Sei que muitas vezes alimentei meu coração com filmes, com livros, inúmeros livros. Me senti tão feliz por ver pessoas próximas de mim sendo felizes. Tantos pedidos de namoro, tantos pedidos de casamento, tantas declarações de amor, tantas descobertas de amor alheio que me preencheram de felicidade nestes últimos anos.

E por que eu acho isso tão perfeito e emocionante?  Por que eu acredito nisso tudo? Por que me sinto feliz por isso?

Muitas vezes sinto falta de receber carinho da minha família, mas sei que estamos com tantos problemas pequenos que talvez eles nem lembrem disso. Muitas vezes sinto falta das pessoas que perdi, de meu avô, meu tio, e também das pessoas que não se foram, mas que estão distantes de mim no momento. Dos meus “segundos pais”, dos meus primos, da minha melhor amiga.

Sinto tanta falta da minha melhor amiga. As vezes penso que ela poderia suprir toda minha carência, pois ela fazia muito isso. Me pegava no colo, me fazia um cafuné, me falava sobre minhas qualidades e porque ela me amava tanto. Me mostrava que eu era mais forte e melhor do que aquilo que me abalava. Me enchia de alegria e me fazia rir quando tudo que eu queria era desmoronar chorando. E quando eu pensava que tudo estava perdido, quando eu perdia minhas forças, ela ficava ali, do meu lado, num abraço forte, e deixava que eu chorasse em seu ombro, deixava que eu colocasse para fora tudo,  e absorvia isso de mim, para que eu não me sentisse tão pesada por dentro.

Só Deus sabe o quanto eu sinto falta de um abraço demorado e silencioso, prosseguido de um olhar profundo e uma palavra sincera que me fizesse continuar e enfrentar tudo.

Só Deus sabe o quanto eu precisava disso hoje, e em alguns outros dias. E por que preciso disso?

Queria ser mais fria e não me importar. Queria não me importar com o que vai ser do amanhã, queria não me importar com minha vida no futuro. Queria não tentar fazer tudo dar certo em minha casa, e queria não precisar de um acolhimento a mais. Queria não precisar me importar com o que as pessoas que amo pensam sobre mim, e nem precisar ter elas 90% do tempo ao meu lado. Não queria sentir assim, tanta saudade de quem está longe. Não queria sentir tanta falta, por exemplo, do meu namorado e da minha melhor amiga. Queria poder ser mais forte e mais individualista. Queria não me importar tanto com o bem estar dos outros e sim mais comigo.

Mas sabe o que… isso não seria eu.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: