Sobre o meu dia da árvore

Qual era mesmo a probabilidade de nos encontrarmos? Ora, era muito, muito pequena. Ou não também… Certas vezes não entendo muito bem o que nos uniu. Cada vez que leio algo diferente, ou simplesmente penso para pensar, me convenço mais de que isso tinha que acontecer, simplesmente tínhamos que nos encontrar. E isso já é um fato, não é?

Parece que estivemos tão distantes por tantos anos que nos separaram, mas ao mesmo tempo tão perto. De alguma forma, é como se todo o caminho de nossas vidas estivesse apenas nos preparando para aquele inverno, para aquele final de semana, para aquela chuva toda e todo aquele vinho na cabeça. Mal sabíamos nós que daquela loucura toda nasceria um relacionamento. Pior: um relacionamento tão bom e estável quanto o nosso.

Nesses dois anos e pouco que estamos nos relacionando, creio que aprendemos muito. Aos poucos fomos nos conhecendo, aprendendo um sobre o outro, se encontrando nas nossas particularidades. Aos poucos fomos nos adaptando as manias um do outro, fomos nos reconhecendo em nossas semelhanças, aprendendo a lidar com nossas poucas diferenças, e construindo um caminho juntos.

Aquela tarde de setembro no ano passado, quando finalmente oficializamos nosso namoro foi algo mágico. Pode ter sido besta nos olhos de muitas pessoas, mas estar lá, de frente para a natureza, sentindo aquele sol quentinho aquecer nossa pele num dia frio, no meio daquele silêncio todo, ouvir o teu pedido foi como dar um choque em minha alma.

Nesse final de semana vai fazer um ano desde que resolvemos nos grudar ainda mais do que já éramos grudados em nossos preciosos momentos juntos. Queria saber as palavras certas para definir o quanto eu me sinto feliz por ter você em minha vida. Simplesmente amo ter você nela. Saber que mesmo tendo uma semana horrível, no final você vai estar ali, para me abraçar e ficar comigo. Vai estar ali para dormir agarradinho, para rir de bobagens, para aliviar as tensões. Minha válvula de escape.

Acredito que o que temos é algo único. Ninguém poderia entender o que se passa entre você e eu, porque é muito nosso. É lindo! É diferente do que tudo que já vi, é diferente de tudo que vejo por ai. É puro,  verdadeiro, leal. É uma relação de cumplicidade, onde damos forças um para o outro, onde nos apoiamos e ajudamos, onde nos cuidamos e protegemos. É repleto de carinho, de amor. É algo simples e ao mesmo tempo grande. É bom de viver, é bom se sentir, é fácil de lidar. Não tem dor, não tem raiva, não tem dor de cabeça, o único problema é a saudade, mas que é vista com prazo de validade.

Você é tudo aquilo que eu sempre quis e mais.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: