Tentado

Tenho tentado muito. Tentado entender o  porque de me encontrar em uma situação que me angustia diversas vezes. Tentado entender porque tenho de passar por uma faze tão difícil – mesmo que no fundo de meu coração eu já tenha a resposta.

Tenho tentado entender por que algumas pessoas abdicam tanto de sua felicidade pela sua zona de conforto. Tenho tentado entender por que determinadas pessoas simplesmente não pensam, não tentam entender. Tenho tentado entender o porque de o mundo estar esse mar de mesquinharia e de promiscuidade sem fim. Tenho tentado entender por que ninguém mais se importa com ninguém e por que cada vez mais sinto como se não houvesse ninguém por mim no final das contas, a não ser eu mesma.

Tenho tentado entender por que os dias não tem mais horas. Tenho tentado entender por que não consigo parar de comer compulsivamente. Tenho tentado entender todo meu sono e minha dificuldade para dormir. Tenho tentado entender por que comprei uma cama tão pequena. Tenho tentado entender por que algumas pessoas não mudam de jeito algum, mesmo que essa mudança seja completamente benéfica para elas.

Tenho tentado entender que eu não preciso ficar tentando entender tudo.

Tenho tentado me concentrar nos meus estudos. Tenho tentado dar conta da minha rotina. Tenho tentado camuflar a verdade de que preciso deixar algo de lado para poder viver, pois com todas essas atividades eu vou acabar doente. Tenho tentado largar meu estágio. Tenho tentado não pensar na falta que o dinheiro que lá ganho possa me fazer no futuro.

Tenho tentado dar o máximo de mim quando se trata do meu objetivo profissional atual. Tenho tentado ser menos neurótica com diversas coisas. Tenho tentado ser mais organizada, mais disciplinada. Tenho tentado me manter em forma, por mais que isso me torre demais a paciência.

Tenho tentado não faltar aulas na faculdade. Tenho tentado não pensar na formatura sem antes estudar tudo que preciso estudar. Tenho tentado não pensar em como minha vida se tornará um caos quando as provas recomeçarem. Tenho tentado mudar de academia.

Tenho tentado parar de sentir ciúmes e parar de me preocupar com o futuro do meu relacionamento. Tenho tentado fazer meu namorado entender que eu preciso de mais segurança, de mais demonstração de afeto para me sentir mais confortável. Tenho tentado valorizar as tentativas dele de mudança. Tenho tentado não pensar no que vai acontecer o ano que vem.

Tenho tentado me acalmar com relação a minha obsessão por sair de casa. Tenho tentado manter meu espaço – dentro de casa – o melhor e mais aconchegante possível para sobreviver aqui. Tenho tentado não me estressar com a nova cachorrinha aqui de casa, mesmo que ela me irrite ao extremo me acordando todo dia uma hora mais cedo do que deveria.

Tenho tentado manter minhas contas em dia. Tenho tentado diminuir minhas despesas. Tenho tentado cuidar mais de meu cabelo e minha pele. Tenho tentado limpar minha mente. Tenho tentado dormir melhor. Tenho tentado respirar de noite, mesmo que meu nariz esteja horrível.

Tenho tentado fortalecer os laços de amizade que criei ao longo desses quase 5 anos de faculdade, pois tenho medo do que vai ser depois e do que restará. Tenho tentado me comunicar com minha melhor amiga que foi embora. Tenho tentado ter mais amigas. Tenho tentado sem mais gentil quando tudo que quero é minha cama e minha aprovação na OAB.

Tenho tentado não falar tanto o que penso, pois dentro de mim há muita acidez quanto ao mundo como está. Tenho tentado evitar discutir política. Tenho tentado organizar meu pensamento. Tenho tentado não tomar refrigerante por conta de minha promessa do ano passado.

Tenho tentado parar de falar mal das pessoas. Tenho tentado entender o lado dos outros. Tenho tentado diminuir os conflitos em minha vida – sem êxito. Tenho tentado ser mais amável para com meus entes próximos. Tenho tentado disfarçar toda minha angústia, minha agonia, minha ansiedade, meu desespero com a minha prova de maio. Tenho tentado ser forte e não desabar. Tenho tentado acreditar que só eu posso dar conta de mim. Tenho tentado aceitar que ninguém mais está preocupado com a minha aprovação além de mim.

Tenho tentado ser menos egoísta e mais humana. Tenho tentado dar o meu melhor em tudo. Tenho tentado não pensar demais – aqui também, sem êxito.

Agora, com êxito, voltarei aos estudos. (pois tenho tentado render)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: